Você está aqui

Ciente da importância e eficácia da solução consensual dos conflitos, o Poder Judiciário, ao estabelecer as Metas Nacionais para 2021, contemplou, na de nº 3, o estímulo à conciliação. Instalações de centros de conciliação, capacitação de conciliadores e realização de campanhas vêm marcando fortemente a atuação dos Tribunais, que cada vez mais envidam esforços em propiciar a retomada do diálogo pelas partes. 

A oportunidade de participar de forma qualificada na solução das disputas não pode ser desperdiçada, e o preparo para esse momento visa muito mais do que simplesmente alcançar um bom acordo. A capacitação de prepostos é fundamental para uma empresa que deseja associar sua imagem a uma postura ética, de sucesso e respeito perante o Poder Judiciário. E é acreditando na conciliação que o cenário se amplia, pois renasce a possibilidade de atuar diretamente no melhor resultado. 

Não há mais espaço, porém, para um trabalho intuitivo. A conciliação fruto de barganha é um resultado fraco, de sucesso relativo e atendimento aleatório e casual dos reais interesses envolvidos no litígio. A percepção completa do conflito e dos riscos do processo, bem como o uso consciente de ferramentas de negociação, conduzem a um resultado consistente, adequado e eficaz, sem atentar contra a proteção dos direitos trazidos a debate. 

Sempre houve e ainda há quem desempenhe um talento nato nessa atividade, mas não faz sentido abrir mão de uma formação que transforme o intuitivo em consciente. Conciliação não se toca de ouvido. 

Sabendo da importância da técnica, da teoria e da capacitação para um melhor desempenho em conciliações, o IEL/RS, juntamente com o Conselho de Relações do Trabalho da FIERGS (CONTRAB), oferecem a segunda edição do Curso de Preposto, que inicia em setembro, com vagas limitadas! Clique aqui para saber mais.

Se quiser expandir o seu negócio cada vez mais, curta a nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram, LinkedIn e YouTube para acompanhar outros materiais. 

 

*Texto produzido por: 
 
Aline Doral Stefani Fagundes 
Juíza Supervisora do CEJUSC 2º Grau 

quinta-feira, 5 de Agosto de 2021 - 19h19

Deixe um Comentário

5 + 0 =