Você está aqui

Manufatura Aditiva

Categoria: Tecnologia

Resumo da tendência:                

A manufatura aditiva, também conhecida pela impressão 3D, cria produtos complexos com equipamentos simples através da adição de camadas de matéria, em vez da subtração ou transformação de massas, como usinagem e moldagem por injeção. Até então, os métodos tradicionais tem oferecido baixo custo e alta qualidade, enquanto a impressão 3D é utilizada na prototipagem rápida e produção de baixo volume. Entretanto, avanços na impressão 3D já tem permitido o uso de uma ampla gama de materiais, incluindo ligas avançadas de níquel, fibra de carbono, vidro, tinta condutora, eletrônicos, produtos farmacêuticos e materiais biológicos. Com a oferta crescente de scanners e softwares de modelagem 3D gratuitos, tem havido uma proliferação de projetos 3D disponíveis on-line. A Siemens prevê que a impressão em 3D será 50% mais barata e até 400% mais rápida até 2022. Por isso, 93% dos fabricantes esperam expandir o uso da impressão 3D para peças de produção nos próximos três a cinco anos.

Insights:                  

  • Como poderíamos trazer rupturas para o modelo de distribuição vigente de fábrica-varejo, para design-consumidor?
  • ​Isso permitiria explorarmos outros mercados?

Impacto da tendência na indústria:               

  • Hipercustomização de produtos.
  • Comercialização de projetos.

Quem ta fazendo?

Quer conhecer outras tendências que podem impactar o seu negócio?
Conheça o COSMOS.

segunda-feira, 2 de Setembro de 2019 - 15h15

Deixe um Comentário

6 + 1 =