AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

inovação

Impressoras 3D são capazes hoje de imprimir quase tudo: de paredes a alimentos. O uso dessa tecnologia no mercado de calçadista é foco do desafio lançado pela FCC, especializada em componentes e adesivos para calçados, por meio do Edital de Inovação para a Indústria. A empresa vai selecionar até três startups que apresentem projetos para impressão de solados com foco no design e na redução de peso do produto. As inscrições estão abertas até 31 de dezembro no site do Edital.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-RS) teve quatro projetos aprovados no Edital de Inovação para a Indústria que começam a ser desenvolvidos em janeiro de 2019. Três são parcerias do Instituto Senai de Tecnologia em Madeira e Mobiliário, de Bento Gonçalves: n (Pi) - Sistema intuitivo para montagem de móveis, com a Akeo Industrial Ltda; Enigma - Processo inovador para conformação de madeira, com a Interdesign Moveis Ltda, e No Tools - Conector inovador para montagem de móveis, com a Art in Moveis Ltda.

Uma verdadeira imersão nos conceitos da indústria 4.0 foi promovido durante a Jornada + eficiência + produtividade realizada nesta terça-feira, na FIERGS. O evento envolveu empresas, associações, agentes de fomento, integradores, startups e universidades para refletir sobre o assunto. "Essa jornada segue a linha defendida pelo presidente da FIERGS, Gilberto Petry, de sermos o mais pragmáticos possível.

O Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RS) em parceria com o Consulado dos Estados Unidos promove dia 9 de novembro, às 14h, a palestra do designer industrial Frank Tyneski - Como o design ajuda a indústria a criar a melhor experiência para o usuário - no Centro de Eventos da FIERGS.  O evento é gratuito. 

Nos dias 8 e 9 de novembro, o Senai promove a 10ª edição do Mundo Senai. A iniciativa tem por objetivo abrir as portas da instituição para que a comunidade possa conhecer mais sobre educação profissional, inovação e tecnologia industrial. São diversas oportunidades de interação e um ambiente ideal para o contato com o conhecimento, onde é possível aprender mais sobre profissões e decidir com mais segurança qual carreira profissional se deseja seguir.

A Mostra Sesi Com @ Ciência levou mais de 5 mil pessoas ao Centro de Eventos da FIERGS nos dias 9 e 10 de outubro, entre estudantes, docentes, empresários e público em geral. O evento contou com um painel para empresários, além de seminários para professores e alunos. Tendo o estímulo à ciência, inovação e tecnologia como objetivo, assuntos como inovação na educação, uso de tecnologias e o incentivo à ciência foram abordados nos dois dias.

A Mostra Sesi Com @ Ciência, que encerra hoje no Centro de Eventos da FIERGS, apresentou entre terça e quarta-feira mais de 150 projetos de alunos do Sesi de Contraturno, Ensino Médio e Educação e Jovens e Adultos (EJA) de 26 cidades do Estado. O evento busca estimular a ciência, a tecnologia e a inovação e os trabalhos foram selecionados nas unidades do Sesi.  Nos programas educacionais do Sesi-RS a criatividade, a responsabilidade social e a sustentabilidade são parte do dia a dia.

A inovação na educação não se faz apenas com tablets e smartphones. As mudanças dependem de uma construção coletiva, com alunos, professores, direção, pais e a comunidade e envolvem também a saúde, o meio ambiente, a segurança. Esta é uma das conclusões do painel Inovação na Educação, realizado nesta quarta-feira, no Centro de Eventos da FIERGS, dentro da programação da Mostra Sesi Com @ Ciência.

A Mostra Sesi Com @ Ciência, que iniciou nesta terça-feira (9), apresentou 75 projetos de 26 cidades de alunos do Serviço Social da Indústria (Sesi-RS) no Contraturno, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). “Os industriais  gaúchos, além de investir em suas fábricas, mantêm o compromisso, através do Sesi e do Senai, de preparar os jovens para um mundo tecnológico e digital, em constantes e aceleradas mudanças”, afirmou o presidente do Sistema FIERGS, Gilberto Porcello Petry, na abertura do evento.

Acabou o mundo V.U.C.A (volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade) e começou a era da economia da inteligência artificial. Esta foi a primeira frase de Gil Giardelli no 6º Fórum IEL de Inovação, realizado nesta quarta-feira, na sede da FIERGS. “A automação e os robôs são sinônimo de mais empregos e não de desemprego”, afirma ele, que é professor e colaborador de instituições como Insper, Fundação Dom Cabral e PUC-SP. Conforme Giardelli, países com pleno emprego são as nações que pensam o futuro, independente de eleições ou governos.