Você está aqui

As palavras treinamento e desenvolvimento de pessoas, no mundo corporativo, muitas vezes são usadas em conjunto e vistas como atividades focadas na melhoria do conhecimento, do desempenho e da produtividade das equipes. No entanto, há uma diferença entre os significados desses dois termos.

Você consegue se lembrar de um treinador ou professor incrível que já teve no passado? Se sim, é provável que não o esqueça. Bons preparadores tornam o aprendizado uma experiência positiva, inspirando cada indivíduo a trabalhar duro e usar todo o seu potencial.

Neste post, vamos falar sobre a importância disso, as diferenças entre treinamento e desenvolvimento, os principais tipos de treinamento, o re-skill e as dicas para você desenvolver bem a sua equipe.

A importância do treinamento e desenvolvimento de pessoas nas empresas

O treinamento corporativo está disponível em muitas áreas, incluindo liderança, gerenciamento, finanças, contabilidade, recursos humanos, desenvolvimento pessoal, idiomas, vendas, marketing, atendimento ao cliente e outras. Quando você investe nas pessoas, seus gerentes, supervisores e líderes de equipe adquirem habilidades aprimoradas de comunicação, trabalho em equipe e resolução de problemas. 

Confira as principais razões pelas quais é importante treinar o pessoal:

Desenvolve habilidades 

O impacto mais óbvio do treinamento é o efeito sobre as habilidades e, consequentemente, os resultados. Quanto mais você treina e confia na equipe, mais bem-sucedida ela será, e isso reflete em melhorias no desempenho do negócio. 

Mantém os funcionários atualizados

Novas tecnologias são desenvolvidas o tempo todo e, portanto, colocar em prática uma sessão de treinamento não é suficiente. É necessário oferecer aulas regulares para garantir que os funcionários aprendam continuamente e se adaptem às mudanças.

Traz vantagem competitiva 

A competição por talentos está crescendo. Oferecer um programa de desenvolvimento de pessoal como parte dos benefícios é uma boa maneira de atrair os melhores candidatos para a sua organização.

Dá a capacidade de ver pontos fracos e fortes

A empresa torna-se capaz de identificar gargalos com mais facilidade, assim como as fragilidades na força de trabalho existente. Ao ter conhecimento desses fatores antecipadamente, é possível treinar os funcionários nas áreas necessárias para que sejam capazes de desempenhar seus papéis de maneira mais eficaz.

Promove a lealdade dos empregados

Quando uma empresa investe no treinamento e desenvolvimento dos trabalhadores, eles se sentem valorizados e apreciados. Isso os torna mais leais e, assim, aumenta a probabilidade de permanecerem e de indicarem amigos e colegas qualificados para trabalhar na companhia. 

Diminui a rotatividade

A alta taxa da rotatividade, além de custar caro, afeta a posição de mercado, a lucratividade e a receita da empresa. Ao investir no desenvolvimento da carreira de cada membro da equipe, você desperta o sentimento de realização. Isso resulta em contratos mais duradouros. Ou seja: redução da rotatividade.

Favorece a flexibilidade no mercado

Programas de treinamento podem tornar uma empresa mais flexível no mercado. Isso acontece porque a equipe tem mais capacidade de responder às mudanças, o que ajuda a garantir sucesso em longo prazo.

Garante a longevidade empresarial

Quando você está investindo na equipe, trabalha para criar futuros líderes e assegurar que haverá pessoas capazes de expandir seu negócio, inspirar transformações e promover a inovação. Dessa forma, ela estará sempre olhando para o horizonte, antecipando as necessidades dos clientes e as novidades do setor.

Aumenta a produtividade

Embora existam diversas ferramentas e métodos de produtividade disponíveis no momento, nada é mais importante que manter os funcionários envolvidos em um propósito. Quando percebem que são capazes de subir na hierarquia e assumir maiores responsabilidades, os trabalhadores ficam mais inclinados a desempenhar suas tarefas.

Facilita o planejamento sucessório

De fato, esse benefício se baseia na soma dos outros listados acima. Ao desenvolver oportunidades para o grupo crescer, reter talentos, promover um ambiente de trabalho positivo e aprimorar habilidades, você estará em uma boa posição para passar o bastão quando estiver pronto para deixar o cargo. 

Podemos constatar que o treinamento contínuo é importante não apenas para o desenvolvimento dos empregados, pois afeta diretamente o sucesso dos negócios.

A diferença entre treinamento e desenvolvimento

Para realizar uma comparação entre treinamento e desenvolvimento, é interessante entender as diferenças entre ambos. Abaixo, confira quatro quesitos que ajudarão você a distinguir os dois conceitos. 

Curto prazo x longo prazo

Alguns especialistas explicam as diferenças entre treinamento e desenvolvimento de maneira bem simples: o primeiro pensa no presente e o segundo no futuro.

Normalmente, o treinamento tem um desafio imediato e ensina o conhecimento ou as habilidades necessárias aos empregados em um curto período de tempo (um dia, uma semana, alguns meses). Por exemplo, pode ser um curso para melhorar a comunicação, uma conferência para explicar o protocolo de devolução de produto ou uma aula para manusear um aplicativo. 

Por outro lado, o desenvolvimento se concentra no longo prazo. Neste caso, a estratégia é implementada no período de meses ou anos, incluindo uma série de ações que devem dar frutos por mais tempo.

Cargo x carreira profissional

Neste quesito, o treinamento é planejado para um cargo específico. Busca fornecer ferramentas e habilidades levando em conta o trabalho que os profissionais farão na empresa.

Entretanto, o desenvolvimento se concentra na pessoa: o objetivo é tirar o melhor proveito de cada funcionário para identificar seus interesses e os campos com mais probabilidade de ele progredir. Quando o treinamento se concentra no cargo, o desenvolvimento enfatiza a construção de uma carreira profissional bem-sucedida.

Objetivos específicos x objetivos abertos

No treinamento, os objetivos são específicos e bem-definidos: aprender a usar um programa, obter certa habilidade pessoal ou ensinar os novos protocolos estabelecidos pela empresa, por exemplo. Porém, quando se trata de desenvolvimento, os objetivos são mais abertos e, por isso, podem incluir uma ampla gama de conhecimentos e habilidades.

Ou seja, no caso do desenvolvimento, o foco é menos tangível e geralmente se concentra em questões filosóficas, mudanças de hábitos e aprimoramento de habilidades. Não apenas isso, mas os objetivos podem ser alterados ao longo do tempo e concluídos de acordo com as novas demandas do mercado ou da empresa.

Grupo x indivíduo

O treinamento tende a ser uma iniciativa projetada por uma empresa e ministrada por coach, tutor ou especialista. A companhia paga as despesas e organiza os cursos, decide quais tipos de ferramentas os empregados devem usar e define as diretrizes a serem seguidas em todas as atividades. 

Essas ações são costumeiramente ensinadas em um grupo, mas, com o desenvolvimento, o foco é o indivíduo. Os programas de desenvolvimento geralmente são personalizados e a pessoa que é responsável em última instância é o funcionário. Então, o mais importante não está nas lições ensinadas pelo treinador, mas no sistema de aprendizagem que o participante assume.

Tipos de treinamentos que você precisa conhecer

Existem diferentes preparatórios que atendem às necessidades das pessoas, como você pode ver a seguir:

Coaching

O coaching é um relacionamento profissional que ajuda os participantes a alcançarem resultados fantásticos em suas vidas pessoais, carreiras, negócios ou organizações. A filosofia gira em torno da ideia de que nós temos recursos imensuráveis ​​de energia, sabedoria, habilidade e talento esperando para serem acionados.

Por meio de técnicas, os treinadores criam clareza, movem o cliente para a ação, aceleram processos e oferecem maior foco e consciência sobre todas as possibilidades existentes para criar experiências gratificantes. É possível criar a vida que se deseja com mais rapidez e facilidade com ajuda de um coach capacitado para essa finalidade.

Educação Executiva

Não importa o quão experiente é o executivo, o mundo dos negócios em constante mudança exige que até os gestores mais qualificados se adaptem e aprendam novas habilidades e formas de pensar constantemente.

As tendências atuais da educação executiva refletem as do mundo mais amplo dos cursos de gestão de negócios. As incertezas financeiras e o crescimento da complexidade global estão desempenhando um papel fundamental. Isso levou a uma maior atenção ao desenvolvimento profissional nas áreas de autoconsciência, inovação, liderança, sustentabilidade e capacidade de resposta à mudança, por exemplo. 

Liderança 

O treinamento em liderança visa especificamente ajudar pessoas a desenvolver suas habilidades e competências como líderes dentro da organização. A maioria dos gestores pode se beneficiar do desenvolvimento pessoal para ser eficaz, seja para tomar decisões melhores, aumentar a confiança, melhorar os relacionamentos, liderar equipes ou gerenciar o tempo com mais eficiência. Existem muitos programas disponíveis que visam desenvolver habilidades e confiança a partir de uma abordagem comportamental.

 A importância do re-skills

Os trabalhadores não terão escolha a não ser refazer a habilidade ou atualizar-se para executar novas tarefas que as futuras demandas exigirão. Essas mudanças serão impulsionadas externamente em grande parte pelos ambientes de negócios competitivos em que as organizações estão operando.

Considere o uso da Inteligência Artificial ​​para aumentar a precisão do diagnóstico de uma doença. Além de saber como interagir com a tecnologia, os trabalhadores precisam de conhecimento do domínio, como: usar registros de saúde automatizados, ter conhecimento das preocupações com a privacidade do paciente e fortes habilidades de comunicação para envolver médicos e companhias de seguros.

No setor de Recursos Humanos, por exemplo, que depende cada vez mais de dados e análises preditivas para o recrutamento e gerenciamento de desempenho, os profissionais de RH precisam de competências técnicas, além de perspicácia nos negócios e habilidades de comunicação. 

Para competir e prosperar nesta era, os CEOs precisam de indivíduos com múltiplas habilidades. Aqui entra a importância do re-skill: aprender continuamente novas habilidades e competências para se adaptar às transformações do mercado. 

Dicas de como planejar as ações de treinamento e desenvolvimento na empresa

Apesar da crescente conscientização sobre a necessidade de novas habilidades, poucas empresas têm programas realmente eficazes em vigor, e outras estão despertando para a qualificação. Saiba por onde começar.

Avalie onde está e para onde precisa ir

Grande parte do sucesso dependerá da sua capacidade de entender os recursos necessários para o futuro. Para onde você quer que sua organização vá? O que é preciso para chegar lá? Avalie as habilidades e potenciais da sua força de trabalho atual em relação aos resultados que deseja em longo prazo — e não ao que precisa agora.

O objetivo é identificar as lacunas para ajudar as pessoas a se concentrarem em áreas específicas que devem ser aprimoradas. Portanto, crie um sistema em tempo real que permita monitorar o progresso ao longo do tempo.

Incorpore o treinamento à filosofia do seu negócio

Quando você fornece treinamento adequado em determinadas áreas, está ajudando o grupo a desenvolver as habilidades de coach corretas para beneficiar a organização. Com essa mentalidade, o profissional se torna uma parte importante do desenvolvimento em todos os níveis corporativos e um componente da filosofia de negócios.

Incorporar o treinamento ao seu papel de liderança colaborará para os gerentes serem mais eficazes na motivação da equipe e na conexão em nível mais profundo. 

 Adquira a mentalidade de coach

Sabe o que os gerentes fazem de diferente quando lideram a partir de uma mentalidade de coach? Pense na diferença entre gerentes que dizem aos empregados o que fazer e os que dedicam tempo para trabalhar junto no desenvolvimento profissional. Esse compromisso é a principal diferença entre os dois.

Gostou de saber mais sobre treinamento e desenvolvimento de pessoas? Os gerentes de sucesso valorizam a importância de dar apoio e incentivo aos funcionários. Então, que tal fazer parcerias com especialistas que entendem exatamente as suas necessidades e têm todos os recursos que você precisa para treinar a equipe? Entre em contato conosco agora mesmo.

quarta-feira, 15 de Julho de 2020 - 13h13

Deixe um Comentário

1 + 0 =